Confira 7 dicas para pilotar moto na chuva

confira 7 dicas para andar de moto a noite

Dar dicas de segurança de pilotagem para motociclistas é parte de um conceito de prevenção muito importante no segmento duas rodas.

Somente a prática de andar de moto dará a confiança suficiente para o motociclista encarar novos terrenos ou condições adversas como pilotar à noite, sob chuva ou neblina.

Mas não se pode baixar a guarda em nenhum momento. Para reforçar essa mensagem separamos hoje 7 dicas para pilotar moto na chuva. Confira e aproveite o aprendizado que é sempre importante.

1 – Pneus sempre em ordem

As motos atualmente são fabricadas com pneus altamente seguros, desenhados especialmente para garantir a aderência de solo necessária mesmo quando a moto atingir sua potência máxima projetada.

Isso não significa que o motociclista possa bobear e descuidar da manutenção da moto, especialmente dos pneus. Pneus desgastados tem a função dos sulcos comprometida e pode acontecer derrapagens ou aquaplanagens no contato com o solo encharcado pela chuva.

2 – Prefira as faixas centrais

A pavimentação urbana e de estradas é projetada para que as laterais das vias direcionem a água da chuva e outros detritos para os cantos e bueiros.

Sendo assim, a faixa central de avenidas mais largas e estradas são comumente mais limpas e facilitam a pilotagem segura em dias de chuva.

3 – Siga as marcações de trilha

Pilotando na chuva percebemos, especialmente em rodovias, que a passagem de outros carros e motos deixam um rastro pelo asfalto.

Busque seguir essas trilhas que ao ficarem mais secas que outros trechos da pista ajudam a prevenir acidentes.

4 – Distância segura

Manter uma distância segura do veículo que está à sua frente é uma prática recomendável em qualquer situação, mas em dias de chuva as chances de outros condutores frearem bruscamente pelas condições da pista aumentam consideravelmente.

A única forma de ter algum controle sobre isso é a de garantir uma distância segura para que haja tempo de uma reação apropriada, como desviar ou frear em segurança e não acabar se envolvendo em acidentes.

5 – Pratique a direção defensiva

Seguindo o mesmo conceito da distância segura, ter em mente que em dias de chuva os riscos de acidentes são maiores significa assumir uma postura de maior cautela em todas as manobras na moto, mesmo as corriqueiras como acelerar, fazer conversões, ultrapassagens e freadas.

Pense em todas essas manobras e apenas diminua a intensidade em cada uma delas. Isso será o suficiente para garantir uma comportamento mais cauteloso com sua moto na chuva, ou seja, praticar direção defensiva.

6 – Pisos e terrenos diferentes

O asfalto é o primeiro piso que praticamos a pilotagem de moto e também o mais utilizado no dia a dia, tanto que os pneus são especialmente preparados para o asfalto.

Então, se for transitar em pisos diferentes como ruas de terra ou mesmo pisos de concreto como os de estacionamento que ficam muito mais lisos quando molhados, a atenção deve ser redobrada.

7 – Roupas impermeáveis e equipamentos de segurança

Estar apropriadamente vestido, com jaquetas, capas de chuva ou conjuntos impermeáveis que garantem segurança e conforto para o motociclista também representa um comportamento preventivo importante para uma pilotagem adequada em dias de chuva.

Dessa forma, não se pode esquecer do capacete, fundamental para a segurança do motociclista, e da viseira que deve estar sempre limpa e sem riscos, tudo para garantir uma boa visibilidade da pista e dos demais condutores.

Posts Relacionados