Conheça as 5 motos mais adequadas para mulheres que querem começar a pilotar

motos para mulheres. Vejas as mais adequadas para quem quer começar a pilotar

 O mercado de duas rodas tem se mostrado cada vez mais aberto às mulheres, apesar do público feminino ainda ser minoria no guidão (e maioria na garupa).

 Seguindo tendências de comportamento que apontam cada vez mais a independência feminina, é a hora delas de vestirem as calças, jaquetas, botas, luvas e capacetes para acelerarem suas próprias motos e, por que não dizer, suas próprias decisões.

Assim como para os homens, não existe motos para mulheres que sejam certas ou erradas.

Cada piloto escolhe conforme preferências pessoais e estilo. São muitas categorias e opções disponíveis.

Entretanto, no geral, mulheres têm estaturas menores, que podem restringir a altura das máquinas para uma pilotagem segura: é necessário que ao menos um dos pés encoste completamente no chão.

As cilindradas também não se classificam em feminino e masculino, vai da confiança e necessidade de cada um.

Porém, para quem está começando a se aventurar no universo motociclístico, o importante é pegar experiência e confiança.

Esse processo costuma ser mais tranquilo em motos com menos potência, entre 100 e 300 cc.

Abaixo, listamos cinco motos para mulheres que querem começar a pilotar. Confira:

1) Honda Lead

As scooters são simples e práticas. A opção mais fácil para quem está começando a pilotar – e para quem tem experiência também. São pequenas e leves, portanto mais fáceis de manobrar.

A posição sentada de pilotagem, com pernas protegidas de vento e chuva, possibilita até mesmo o uso de saias ou vestidos.

Além disso, motos dessa categoria não têm câmbio nem freio traseiro acionado pelos pés, portanto não restringem o tipo de calçado. Já saem na frente como motos para mulheres, não é?

Outra vantagem (literalmente) grande é o espaço sob o assento. O local é suficiente para armazenar até dois capacetes, ou seja, considerável para guardar bolsa, capa de chuva, botas protetoras etc.

2) KTM 200 DUKE ABS

Essa é uma moto de entrada no mundo KTM. Com altura do assento ao chão de 810mm, é apelidada de “lutadora peso leve”.

A premissa da marca é que a qualidade, tecnologia e performance da máquina são superiores às 300cc premium do mercado.

O modelo também oferece algumas configurações presentes em apenas alguns modelos acima de 600cc no mercado, como pinças de freio com montagem radial e suspensão dianteira invertida.

Esse tipo de suspensão também conhecida também como upside down, é mais robusta e rígida que a convencional, mantém o pneu o máximo possível em contato com o chão, com reações muito precisas nas manobras e absorção dos impactos e as irregularidades do piso.

3) Suzuki Intruder 125 ED

Entre as motos para mulheres este modelo pode agradar sua altura do banco e leveza. O design também é interessante para quem curte a categoria custom.

Com guidão largo e banco amplo e ligeiramente mais macio, a posição de pilotagem se torna mais confortável para iniciantes.

4) Dafra Next 250

A Dafra Next 250 é outra boa opção entre motos para mulheres iniciantes, pois também conta com altura não muito elevada entre o chão e o assento (790 mm).

O modelo alia performance e economia: o câmbio de 6 marchas proporciona menor consumo que as concorrentes, principalmente em rodovias.

Outro destaque são os freios a disco na dianteira e traseira, que possuem capacidade de frenagem acima da média da categoria.

5) Yamaha Crosser 150

A palavra chave para a Yamanha Crosser 150 é conforto. Além da resistência mecânica, já conhecida da marca.

O assento, além de ser amplo, tem dois níveis, excelente para motos de mulheres. O item foi desenvolvido para proporcionar apoio lombar.

Para se adaptar à altura da piloto, a Crosser oferece outro diferencial: o guidão é ajustável.

Agora que você já sabe quais as melhores motos, que tal cuidar da proteção? Aqui na Alba você encontra as melhores jaquetas para o dia a dia. Clique aqui e confira nossos modelos.

Posts Relacionados