Outubro rosa – motoclubes femininos

motoclubes femininos

A cada dia aumenta o número de mulheres motociclistas no Brasil e, com isso, também aumenta o número de motoclubes femininos.

Segundo o Detran de São Paulo, houve um crescimento de 8% no número de mulheres habilitadas para condução de motocicletas entre 2019 e 2021. O número saltou de 2,2 milhões para quase 2,5 milhões e, com isso, elas passaram a representar 25% do número total de motociclistas no estado.

Os motoclubes femininos normalmente são exclusivos para que as mulheres possam se sentir seguras e passear sem preocupações.

Em homenagem ao outubro rosa, nosso post de hoje é todo dedicado a elas: as motoqueiras!

Por que outubro rosa?

Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama e colo do útero.

 

O laço rosa é o símbolo da campanha. Tudo começou quando a Fundação Susan G. Komen for the Cure lançou e distribuiu um laço rosa aos participantes da primeira Corrida pela Cura, no início da década de 1990.

 

Desde então, anualmente, acontece a corrida, e o movimento ficou associado à cor rosa.

 

O objetivo da campanha é compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, câncer do colo do útero, promovendo a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade.

 

Durante o mês de outubro, os motoclubes, particularmente os formados por mulheres, promovem ações sociais e passeios em homenagem ao movimento.

 

O que é, afinal, um motoclube?

 

Um motoclube é um grupo de pessoas que adoram motociclismo. São grupos bem organizados, possuem sede e representantes com funções bem definidas.

 

Constituídos como entidades sem fins lucrativos, podem ser regidas por um estatuto, dependendo do nível de formalidade de cada clube. 

 

Há uma diretoria constituída e organograma que respeita a hierarquia determinada na fundação do clube. Deveres e direitos são definidos no estatuto e seguidos por todos os membros.

 

O objetivo é principalmente promover reunião e amizade entre pessoas que têm interesses comuns, como a paixão pelas duas rodas.

Falamos mais sobre os motoclubes neste texto.

 

MotorMaids Inc, o primeito motoclube feminino!

Com mais de 1300 membros, o MotorMaids Inc foi o primeiro motoclube feminino, tendo surgido no final de 1930, por iniciativa de Linda Dugeau, do estado de Rhode Island, nos EUA. Ela queria reunir as mulheres que tinham suas próprias motocicletas, criando um grupo inédito na época.

 

Dugeau então escreveu para muitas pessoas na busca por mulheres motociclistas e, após uma extensa pesquisa, compilou uma lista que usou para organizar a Motor Maid.

 

O MotorMaids é um dos motoclubes mais duradouros em atividade e sem interrupção do mundo (incluídos os masculinos também). 

 

Motoclubes femininos no Brasil

De acordo com o site mulheresdemoto.com.br, atualmente são mais de 30 grupos de mulheres motociclistas, a maioria deles concentrada na região sudeste do país.

Aproveite o mês de outubro e organize seu próprio grupo de mulheres que amam as duas rodas! Demos várias dicas aqui.

 

Curtiu as dicas? Não deixe de ler nossos outros artigos.

 

A Alba Moto é uma loja especializada em acessórios para donos de motos.

Nosso blog é super completo, com conteúdos sobre marca de queda em moto usada e outros assuntos relacionados ao universo do motociclismo.

Navegue pelo site, para acessar todos os conteúdos do blog gratuitamente e aproveite para conhecer nosso catálogo de acessórios.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *